• 967 224 138
  • Contactos

O espelho imaginário

LT009447
1981
Eduardo Lourenço

Editora INCM
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€25
Mais detalhes
  • Ano
  • 1981
  • Colecção
  • Arte e Artistas
  • Código
  • LT009447
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 190

Descrição

O Espelho Imaginário, Pintura, anti-pintura, não-pintura

Inclui os seguintes textos: Sem desculpa (9-11) [Nice, 9 de Setembro de 1971], Arte abstracta: apocalipse ou anunciação (13-18) , Mitologia de Velasquez (19-24), Dos lados de Veneza (Tintoreto) (33-38), Pintura anti-pintura não-pintura ou a nudez do Rei (39-60), itinerário de Vieira da Silva ou da poesia como espaço (61-74), O nu do século XX ou morte sem transfiguração (75-94), Vieira da Silva uma poética do espaço (95-98), Objecto sem pintura e pintura como objecto (99-108), Os círculos dos Delaunay ou o estatuto da nossa pintura (109-118), Quase festa em Vallauris (119-122), Reflexo num espelho ausente. Sobre a pintura de Noronha da Costa (123-134), O pintor e a máscara (135-140), Cruz Filipe ou o tempo imaginário (141-146), Revisitação de Klee (147-150), Mitografia do ausente (151-152), Picasso Porquê? (185-190)

O espelho imaginário

€25

LT009447
1981
Eduardo Lourenço
Editora INCM
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1981
  • Colecção
  • Arte e Artistas
  • Código
  • LT009447
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 190
Descrição

O Espelho Imaginário, Pintura, anti-pintura, não-pintura

Inclui os seguintes textos: Sem desculpa (9-11) [Nice, 9 de Setembro de 1971], Arte abstracta: apocalipse ou anunciação (13-18) , Mitologia de Velasquez (19-24), Dos lados de Veneza (Tintoreto) (33-38), Pintura anti-pintura não-pintura ou a nudez do Rei (39-60), itinerário de Vieira da Silva ou da poesia como espaço (61-74), O nu do século XX ou morte sem transfiguração (75-94), Vieira da Silva uma poética do espaço (95-98), Objecto sem pintura e pintura como objecto (99-108), Os círculos dos Delaunay ou o estatuto da nossa pintura (109-118), Quase festa em Vallauris (119-122), Reflexo num espelho ausente. Sobre a pintura de Noronha da Costa (123-134), O pintor e a máscara (135-140), Cruz Filipe ou o tempo imaginário (141-146), Revisitação de Klee (147-150), Mitografia do ausente (151-152), Picasso Porquê? (185-190)