• 967 224 138
  • Contactos

A formação da classe operária portuguesa

LT009711
1982
Maria Filomena Mónica

Editora Fundação Calouste Gulbenkian
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€20
Mais detalhes
  • Ano
  • 1982
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT009711
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 548

Descrição

Antologia da Imprensa Operária (1850-1934)

«Esta antologia é um olhar sobre o mundo operário. Um olhar que não abarca, nem nos temas escolhidos nem na perspectiva adoptada, a totalidade do campo de estudo. Não é uma obra fechada: é uma selecção de documentos que deverão ser lidos e criticados como qualquer outra fonte. Procurou-se fornecer, aos investigadores e estudantes, textos sobre a industrialização e a classe operária portuguesas, para que sobre eles possam reflectir e ter contacto directo com a matéria-prima da qual se faz história. Alguns dos textos não se encontram facilmente, pois estão perdidos em bibliotecas e disseminados por jornais relativamente desconhecidos.» do prefácio da autora

A formação da classe operária portuguesa

€20

LT009711
1982
Maria Filomena Mónica
Editora Fundação Calouste Gulbenkian
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1982
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT009711
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 548
Descrição

Antologia da Imprensa Operária (1850-1934)

«Esta antologia é um olhar sobre o mundo operário. Um olhar que não abarca, nem nos temas escolhidos nem na perspectiva adoptada, a totalidade do campo de estudo. Não é uma obra fechada: é uma selecção de documentos que deverão ser lidos e criticados como qualquer outra fonte. Procurou-se fornecer, aos investigadores e estudantes, textos sobre a industrialização e a classe operária portuguesas, para que sobre eles possam reflectir e ter contacto directo com a matéria-prima da qual se faz história. Alguns dos textos não se encontram facilmente, pois estão perdidos em bibliotecas e disseminados por jornais relativamente desconhecidos.» do prefácio da autora