• 967 224 138
  • Contactos

Alvorada em Abril xxx

LT003340
1984
Otelo Saraiva de Carvalho

Editora Ulmeiro
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Indisponível

€10
Mais detalhes
  • Ano
  • 1984
  • Edição
  • 3
  • Código
  • LT003340
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 15,00 x 20,00 x

Descrição

Alvorada em Abril é um documento precioso para reflectir sobre as causas e os efeitos de uma das mais belas e pacíficas revoluções da História. Uma memória para quem viveu a repressão dos 48 anos de ditadura, e uma obra indispensável para aqueles que já nasceram em Liberdade. «Colocado no centro de uma acção que num dia longo alterará uma rotina que parecia eterna, Otelo Saraiva de Carvalho está mais indicado do que ninguém para desfibrar a trama daquilo que poderia ter sido apenas um golpe militar - desta vez bem-sucedido - e que acabou por ser, quer isso agrade ou não, uma Revolução das mais singulares da nossa História, e singular até no panorama dos movimentos revolucionários contemporâneos.» Eduardo Lourenço in Prefácio

Alvorada em Abril xxx

€10

LT003340
1984
Otelo Saraiva de Carvalho
Editora Ulmeiro
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Indisponível

Mais detalhes
  • Ano
  • 1984
  • Edição
  • 3
  • Código
  • LT003340
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 15,00 x 20,00 x
Descrição

Alvorada em Abril é um documento precioso para reflectir sobre as causas e os efeitos de uma das mais belas e pacíficas revoluções da História. Uma memória para quem viveu a repressão dos 48 anos de ditadura, e uma obra indispensável para aqueles que já nasceram em Liberdade. «Colocado no centro de uma acção que num dia longo alterará uma rotina que parecia eterna, Otelo Saraiva de Carvalho está mais indicado do que ninguém para desfibrar a trama daquilo que poderia ter sido apenas um golpe militar - desta vez bem-sucedido - e que acabou por ser, quer isso agrade ou não, uma Revolução das mais singulares da nossa História, e singular até no panorama dos movimentos revolucionários contemporâneos.» Eduardo Lourenço in Prefácio