• 967 224 138
  • Contactos

Mulher de Abril – Álbum de memórias

LT008957
1996
Virgínia Moura

Editora Avante
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€10
Mais detalhes
  • Ano
  • 1996
  • Colecção
  • Resistência
  • Código
  • LT008957
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 111

Descrição

Virgínia Moura foi uma lutadora incansável pela liberdade e a democracia, uma corajosa combatente contra o fascismo. Ingressou no Partido Comunista Português ainda como estudante universitária, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Presente nas lutas estudantis, na solidariedade com os republicanos espanhóis perseguidos por Franco durante a Guerra Civil, na constituição dos movimentos de unidade antifascista, como o MUNAF, o MUD e o MND, nas candidaturas presidenciais de Norton de Matos, Ruy Luís Gomes, Arlindo Vicente e Humberto Delgado, nas candidaturas da Oposição Democrática às «eleições» para a Assembleia Nacional fascista, no apoio à libertação dos povos das colónias, nas lutas pela Paz, nas acções em defesa da emancipação da mulher, e depois do 25 de Abril na construção e defesa do regime democrático, Virgínia Moura esteve sempre ao lado dos trabalhadores nas suas lutas por melhores condições de vida. O livro Mulher de Abril – Álbum de Memórias é constituído por duas partes, a primeira por memórias da sua vida e luta contadas na primeira pessoa, a segunda por textos da sua autoria, entre artigos e discursos, escritos entre 1936 e 1985, apresentando ainda dados biográficos e a reprodução de várias fotografias e documentos.

Mulher de Abril – Álbum de memórias

€10

LT008957
1996
Virgínia Moura
Editora Avante
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1996
  • Colecção
  • Resistência
  • Código
  • LT008957
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 111
Descrição

Virgínia Moura foi uma lutadora incansável pela liberdade e a democracia, uma corajosa combatente contra o fascismo. Ingressou no Partido Comunista Português ainda como estudante universitária, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Presente nas lutas estudantis, na solidariedade com os republicanos espanhóis perseguidos por Franco durante a Guerra Civil, na constituição dos movimentos de unidade antifascista, como o MUNAF, o MUD e o MND, nas candidaturas presidenciais de Norton de Matos, Ruy Luís Gomes, Arlindo Vicente e Humberto Delgado, nas candidaturas da Oposição Democrática às «eleições» para a Assembleia Nacional fascista, no apoio à libertação dos povos das colónias, nas lutas pela Paz, nas acções em defesa da emancipação da mulher, e depois do 25 de Abril na construção e defesa do regime democrático, Virgínia Moura esteve sempre ao lado dos trabalhadores nas suas lutas por melhores condições de vida. O livro Mulher de Abril – Álbum de Memórias é constituído por duas partes, a primeira por memórias da sua vida e luta contadas na primeira pessoa, a segunda por textos da sua autoria, entre artigos e discursos, escritos entre 1936 e 1985, apresentando ainda dados biográficos e a reprodução de várias fotografias e documentos.