• 967 224 138
  • Contactos

A realidade é real? xxxxx

Paul Watzlawick
Relógio d'Água
Português PT

Estado : Usado 4/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Por encomenda

€17
Mais detalhes
  • Ano
  • 1991
  • Colecção
  • Antropos
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Maria Vasconcelos Moreira
  • Código
  • LT002680
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 14,00 x 21,00 x
  • Nº Páginas
  • 233

Descrição

Confusão, desinformação, comunicação. Até que ponto é real o que ingenuamente costumamos chamar realidade? Existirá só uma realidade, reflexo de verdades eternas e objectivas? Dão-se inúmeras versões da realidade determinadas pela técnica da comunicação? A ideia do nexo entre comunicação e realidade é relativamente nova. Nos últimos anos procurou-se investigar de que maneiras as pessoas, mediante a comunicação, exercem mutua influência na formação da imagem e do conceito do mundo no qual vivem. Watzlawick é precisamente um dos especialistas. A obra toma o seu seu ponto de arranque nos problemas más elementares da labor de tradução, posto que, com ela, leves nuances do significado, originados pela mudança de una língua a outra, podem provocar confusões com serias repercussões nas relaciones internacionais, e os erros de interpretação do recíproco comportamento entre seres humanos e outras criaturas, como os ursos, algumas vezes resultam fatais. Passa-se depois à desinformação deliberada, como se utiliza na espionagem e nos testes psicológicos. Com isto mostra-se a desinformação do sentido da realidade causada na pessoa a quem se dirige. No final chega-se às novas fronteiras da comunicação: a investigação sobre outras espécies, como os chimpanzés e os golfinhos, com os quais recentemente foi possível comunicar, e as tentativas de comunicação com as inteligências extraterrestres (com una completa descrição do projecto Ozma).

A realidade é real? xxxxx

€17

Paul Watzlawick
Relógio d'Água
Português PT
Estado : Usado 4/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Por encomenda

Mais detalhes
  • Ano
  • 1991
  • Colecção
  • Antropos
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Maria Vasconcelos Moreira
  • Código
  • LT002680
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 14,00 x 21,00 x
  • Nº Páginas
  • 233
Descrição

Confusão, desinformação, comunicação. Até que ponto é real o que ingenuamente costumamos chamar realidade? Existirá só uma realidade, reflexo de verdades eternas e objectivas? Dão-se inúmeras versões da realidade determinadas pela técnica da comunicação? A ideia do nexo entre comunicação e realidade é relativamente nova. Nos últimos anos procurou-se investigar de que maneiras as pessoas, mediante a comunicação, exercem mutua influência na formação da imagem e do conceito do mundo no qual vivem. Watzlawick é precisamente um dos especialistas. A obra toma o seu seu ponto de arranque nos problemas más elementares da labor de tradução, posto que, com ela, leves nuances do significado, originados pela mudança de una língua a outra, podem provocar confusões com serias repercussões nas relaciones internacionais, e os erros de interpretação do recíproco comportamento entre seres humanos e outras criaturas, como os ursos, algumas vezes resultam fatais. Passa-se depois à desinformação deliberada, como se utiliza na espionagem e nos testes psicológicos. Com isto mostra-se a desinformação do sentido da realidade causada na pessoa a quem se dirige. No final chega-se às novas fronteiras da comunicação: a investigação sobre outras espécies, como os chimpanzés e os golfinhos, com os quais recentemente foi possível comunicar, e as tentativas de comunicação com as inteligências extraterrestres (com una completa descrição do projecto Ozma).