• 967 224 138
  • Contactos

No Logo

LT011266
2002
Naomi Klein

Editora Relógio d'Água
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€16
Mais detalhes
  • Ano
  • 2002
  • Colecção
  • Argumentos
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Pedro Miguel Dias
  • Código
  • LT011266
  • ISBN
  • 9789727086733
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 16,00 x 23,00
  • Nº Páginas
  • 529

Descrição

Naomi Klein é jornalista do The Globe and Mail. As suas reportagens premiadas têm surgido em inúmeras publicações, nomeadamente Saturday Night, The New York Times, The Village Voice, Ms., Elm Street, The Nation, This Magazine e Toronto Life. "Embora as marcas pareçam estar em toda a parte – em concertos para jovens, ao lado deles no sofá, em cima do palco com os seus heróis, nos seus grupos de conversa on-line (chat groups) e nos campos de jogos e nas quadras de basquetebol – houve durante muito tempo uma grande fronteira juvenil que resistiu às marcas: um lugar onde os jovens se reuniam, falavam, fumavam às escondidas, namoravam, formavam opiniões e, de forma ainda mais provocadora, ostentavam estilos durante horas a fio. Esse lugar chama-se escola, E, claro, as marcas tinham que entrar nas escolas."

No Logo

€16

LT011266
2002
Naomi Klein
Editora Relógio d'Água
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 2002
  • Colecção
  • Argumentos
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Pedro Miguel Dias
  • Código
  • LT011266
  • ISBN
  • 9789727086733
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 16,00 x 23,00
  • Nº Páginas
  • 529
Descrição

Naomi Klein é jornalista do The Globe and Mail. As suas reportagens premiadas têm surgido em inúmeras publicações, nomeadamente Saturday Night, The New York Times, The Village Voice, Ms., Elm Street, The Nation, This Magazine e Toronto Life. "Embora as marcas pareçam estar em toda a parte – em concertos para jovens, ao lado deles no sofá, em cima do palco com os seus heróis, nos seus grupos de conversa on-line (chat groups) e nos campos de jogos e nas quadras de basquetebol – houve durante muito tempo uma grande fronteira juvenil que resistiu às marcas: um lugar onde os jovens se reuniam, falavam, fumavam às escondidas, namoravam, formavam opiniões e, de forma ainda mais provocadora, ostentavam estilos durante horas a fio. Esse lugar chama-se escola, E, claro, as marcas tinham que entrar nas escolas."