• 967 224 138
  • Contactos

Espingardas e música clássica

LT008377
1987
Alexandre Pinheiro Torres

Editora Caminho
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€11
Mais detalhes
  • Ano
  • 1987
  • Colecção
  • O Campo da Palavra
  • Capa
  • Henrique Cayatte
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT008377
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 13,00 x 1,00 x
  • Nº Páginas
  • 249

Descrição

Primeira edição, 1987

Prefácio de Luís de Sousa Rebelo

Alexandre Pinheiro Torres nasceu em Amarante em 1923. Licenciado em Letras pela Universidade de Coimbra, foi Professor do Ensino Secundário em Portugal; em 1965 foi convidado como docente pela Universidade de Cardiff, da qual viria a tornar-se catedrático de Literatura Portuguesa e Brasileira. Em 1970 fundou a primeira cadeira de Literatura Portuguesa em universidades inglesas. Estreou-se em 1950 com o livro de poemas Novo Génesis. Romancista, poeta, cronista, historiador da literatura e crítico literário tem uma vasta produção espalhada por jornais e revistas, nomeadamente Vértice, Seara Nova, Colóquio/Letras. Foram-lhe atribuídos os seguintes prémios da Associação Portuguesa de Escritores: Prémio de Ensaio Jorge de Sena (1979), Prémio de Ensaio Ruy Belo (1983) e Prémio da Poesia (1983), pelo volume de poemas A Flor Evaporada.

Espingardas e música clássica

€11

LT008377
1987
Alexandre Pinheiro Torres
Editora Caminho
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1987
  • Colecção
  • O Campo da Palavra
  • Capa
  • Henrique Cayatte
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT008377
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 13,00 x 1,00 x
  • Nº Páginas
  • 249
Descrição

Primeira edição, 1987

Prefácio de Luís de Sousa Rebelo

Alexandre Pinheiro Torres nasceu em Amarante em 1923. Licenciado em Letras pela Universidade de Coimbra, foi Professor do Ensino Secundário em Portugal; em 1965 foi convidado como docente pela Universidade de Cardiff, da qual viria a tornar-se catedrático de Literatura Portuguesa e Brasileira. Em 1970 fundou a primeira cadeira de Literatura Portuguesa em universidades inglesas. Estreou-se em 1950 com o livro de poemas Novo Génesis. Romancista, poeta, cronista, historiador da literatura e crítico literário tem uma vasta produção espalhada por jornais e revistas, nomeadamente Vértice, Seara Nova, Colóquio/Letras. Foram-lhe atribuídos os seguintes prémios da Associação Portuguesa de Escritores: Prémio de Ensaio Jorge de Sena (1979), Prémio de Ensaio Ruy Belo (1983) e Prémio da Poesia (1983), pelo volume de poemas A Flor Evaporada.