• 967 224 138
  • Contactos
Na outra margem, entre as árvores xx

Na outra margem, entre as árvores xx

LT003358
2001
Ernest Hemingway

Disponib. - Indisponível

€7
Mais detalhes
  • Ano
  • 2001
  • Colecção
  • Dois Mundos
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • João Palma-Ferreira
  • Capa
  • Infante do Carmo
  • Código
  • LT003358
  • ISBN
  • 9789723807196
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 293

Descrição

No rescaldo da Segunda Guerra Mundial, o coronel americano Richard Cantwell aporta em Veneza - e é aí que viverá as suas últimas vinte e quatro horas. Entre o terror da memória e a debilidade provocada por uma saúde em declínio, surge inesperado um amor vertiginoso por uma jovem condessa italiana, um sentimento capaz de superar a razão, os medos, a implacabilidade do fim iminente. Uma homenagem ao amor espontâneo, à resiliência do espírito humano e à beleza da cidade que os inspira, Na Outra Margem, entre as Árvores surge como uma resposta de esperança e de afeto aos gestos de desumanização provocados pela guerra. Livro enternecedor e trágico, publicado em 1950, levou o escritor John O’Hara a considerar Ernest Hemingway «o mais importante autor desde Shakespeare».

Na outra margem, entre as árvores xx

Na outra margem, entre as árvores xx €7

LT003358
2001
Ernest Hemingway
Disponib. - Indisponível

Mais detalhes
  • Ano
  • 2001
  • Colecção
  • Dois Mundos
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • João Palma-Ferreira
  • Capa
  • Infante do Carmo
  • Código
  • LT003358
  • ISBN
  • 9789723807196
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 293
Descrição

No rescaldo da Segunda Guerra Mundial, o coronel americano Richard Cantwell aporta em Veneza - e é aí que viverá as suas últimas vinte e quatro horas. Entre o terror da memória e a debilidade provocada por uma saúde em declínio, surge inesperado um amor vertiginoso por uma jovem condessa italiana, um sentimento capaz de superar a razão, os medos, a implacabilidade do fim iminente. Uma homenagem ao amor espontâneo, à resiliência do espírito humano e à beleza da cidade que os inspira, Na Outra Margem, entre as Árvores surge como uma resposta de esperança e de afeto aos gestos de desumanização provocados pela guerra. Livro enternecedor e trágico, publicado em 1950, levou o escritor John O’Hara a considerar Ernest Hemingway «o mais importante autor desde Shakespeare».