• 967 224 138
  • Contactos

O estrangeiro (LB)

LT008191

Albert Camus

Editora Livros do Brasil
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Estado : Como Novo
Encadernação : Capa dura, com sobrecapa
Disponib. - Em stock

€9
Mais detalhes
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • António Quadros
  • Capa
  • Infante do Carmo
  • Código
  • LT008191
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 14,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 226

Descrição

Introdução de Jean-Paul Sartre.

Meursault recebe um telegrama: a mãe morreu. De regresso a casa após o funeral, enceta amizade com um vizinho de práticas duvidosas, reencontra uma antiga colega de trabalho com quem se envolve, vai à praia - até que ocorre um homicídio. Romance estranho, desconcertante sob uma aparente singeleza estilística, em O Estrangeiro joga-se o destino de um homem perante o absurdo e questiona-se o sentido da existência. Publicado originalmente em 1942, este primeiro romance de Albert Camus foi traduzido em mais de quarenta línguas e adaptado para o cinema por Luchino Visconti em 1967, sendo indubitavelmente uma das obras-primas da literatura francesa do século XX.

O estrangeiro (LB)

€9

LT008191

Albert Camus
Editora Livros do Brasil
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Estado : Como Novo
Encadernação : Capa dura, com sobrecapa
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • António Quadros
  • Capa
  • Infante do Carmo
  • Código
  • LT008191
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 14,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 226
Descrição

Introdução de Jean-Paul Sartre.

Meursault recebe um telegrama: a mãe morreu. De regresso a casa após o funeral, enceta amizade com um vizinho de práticas duvidosas, reencontra uma antiga colega de trabalho com quem se envolve, vai à praia - até que ocorre um homicídio. Romance estranho, desconcertante sob uma aparente singeleza estilística, em O Estrangeiro joga-se o destino de um homem perante o absurdo e questiona-se o sentido da existência. Publicado originalmente em 1942, este primeiro romance de Albert Camus foi traduzido em mais de quarenta línguas e adaptado para o cinema por Luchino Visconti em 1967, sendo indubitavelmente uma das obras-primas da literatura francesa do século XX.