• 967 224 138
  • Contactos
o quarto de jacob

O quarto de Jacob xx

LT003323
1989
Virginia Woolf

Disponib. - Indisponível

€8
Mais detalhes
  • Ano
  • 1989
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Maria Teresa Guerreiro
  • Capa
  • João Botelho
  • Código
  • LT003323
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 229

Descrição

Mulheres de xaile levam ao colo bebés com as pálpebras roxas; os rapazes estão parados nas esquinas; as raparigas olham para o outro lado da rua — ilustrações ordinárias, imagens dum livro cujas páginas viramos e tornamos a virar como se, por fim, fôssemos encontrar aquilo que buscamos. Cada rosto, cada loja, cada janela de quarto, bar e praceta escura é uma imagem febrilmente virada — em busca de quê? É o mesmo com os livros. Que buscamos em milhões de páginas? Continuamos esperançosamente a voltar as páginas — oh, aqui está o quarto de Jacob. Quem é Jacob? Apolo amando o mundo e liberto do mundo, alma ligada às coisas – com saudades delas. Em Cambridge conhece tudo: faz amigos, cai em paixões, passeia pela British Museum, lê infinitamente. A sua curiosidade, essa «força imponderável que nos faz viver», que é o que está no centro desta ode à beleza que Virginia Woolf assim compõe. - Ana Isabel Bastos, O Independente

O quarto de Jacob xx

o quarto de jacob €8

LT003323
1989
Virginia Woolf
Disponib. - Indisponível

Mais detalhes
  • Ano
  • 1989
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Maria Teresa Guerreiro
  • Capa
  • João Botelho
  • Código
  • LT003323
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 229
Descrição

Mulheres de xaile levam ao colo bebés com as pálpebras roxas; os rapazes estão parados nas esquinas; as raparigas olham para o outro lado da rua — ilustrações ordinárias, imagens dum livro cujas páginas viramos e tornamos a virar como se, por fim, fôssemos encontrar aquilo que buscamos. Cada rosto, cada loja, cada janela de quarto, bar e praceta escura é uma imagem febrilmente virada — em busca de quê? É o mesmo com os livros. Que buscamos em milhões de páginas? Continuamos esperançosamente a voltar as páginas — oh, aqui está o quarto de Jacob. Quem é Jacob? Apolo amando o mundo e liberto do mundo, alma ligada às coisas – com saudades delas. Em Cambridge conhece tudo: faz amigos, cai em paixões, passeia pela British Museum, lê infinitamente. A sua curiosidade, essa «força imponderável que nos faz viver», que é o que está no centro desta ode à beleza que Virginia Woolf assim compõe. - Ana Isabel Bastos, O Independente