• 967 224 138
  • Contactos

O que diz Molero (Ed. Bolso)

LT011253

Dinis Machado

Editora 11 17
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€4
Mais detalhes
  • Código
  • LT011253
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 11,00 x 17,00 x
  • Nº Páginas
  • 161

Descrição

O que Diz Molero, de Dinis Machado, conta a história de um rapaz, nunca referido pelo nome próprio, oriundo de uma comunidade pobre, que mergulha no mundo em busca da grande aventura vivencial. Molero é um detective incumbido (pelos seus superiores, Austin e Mister Deluxe) de seguir o itinerário - mental, emocional e geográfico - do rapaz e fazer os respectivos relatórios. Esses relatórios vão sendo comentados e discutidos, e é através destes que o leitor conhece a história do rapaz: as viagens, as mulheres, os livros. Este romance, que revolucionou a linguagem, a literatura, e a maneira de se ver a literatura, teve mais de vinte edições desde a sua primeira publicação, em 1977, e vendeu mais de cem mil exemplares, sendo um dos raros livros que, em Portugal, têm sido aclamados quer pela crítica quer pelo leitor comum, alcançando o estatuto de clássico da literatura do século XX. O que Diz Molero imortalizou Dinis Machado e tem adaptações ao teatro e ao cinema, e traduções em francês, italiano, espanhol, alemão, checo e búlgaro.

O que diz Molero (Ed. Bolso)

€4

LT011253

Dinis Machado
Editora 11 17
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Código
  • LT011253
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 11,00 x 17,00 x
  • Nº Páginas
  • 161
Descrição

O que Diz Molero, de Dinis Machado, conta a história de um rapaz, nunca referido pelo nome próprio, oriundo de uma comunidade pobre, que mergulha no mundo em busca da grande aventura vivencial. Molero é um detective incumbido (pelos seus superiores, Austin e Mister Deluxe) de seguir o itinerário - mental, emocional e geográfico - do rapaz e fazer os respectivos relatórios. Esses relatórios vão sendo comentados e discutidos, e é através destes que o leitor conhece a história do rapaz: as viagens, as mulheres, os livros. Este romance, que revolucionou a linguagem, a literatura, e a maneira de se ver a literatura, teve mais de vinte edições desde a sua primeira publicação, em 1977, e vendeu mais de cem mil exemplares, sendo um dos raros livros que, em Portugal, têm sido aclamados quer pela crítica quer pelo leitor comum, alcançando o estatuto de clássico da literatura do século XX. O que Diz Molero imortalizou Dinis Machado e tem adaptações ao teatro e ao cinema, e traduções em francês, italiano, espanhol, alemão, checo e búlgaro.