• 967 224 138
  • Contactos

Tive de o matar

Romana Petri
Cavalo de Ferro
Português PT

Estado : Como Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€7
Mais detalhes
  • Ano
  • 2007
  • Idioma Original
  • Italiano
  • Tradutor
  • Sandra Escobar
  • Capa
  • Miss Sushie
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT002110
  • ISBN
  • 9789896230630
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 237

Descrição

Uma história de vingança, divertida e surpreendente, de uma das mais originais escritoras contemporâneas. Qual foi a mulher que, numa altura ou noutra, da sua vida, não desejou matar o marido? Lulu tem trinta e oito anos, é divorciada e vive num apartamento com o seu filho pequeno. É uma mulher com um profundo sentido de justiça, que tenta desesperadamente separar o bem do mal. Ensina numa penitenciária feminina e todas as manhãs ouve das suas alunas histórias de vingança e traição lavadas em sangue. De há um tempo a esta parte Lulu também começou a ter visões: Ricardo Coração-de-Leão, Carlos Magno e outros personagens históricos que lhe aparecem de noite e com quem fala. «Acho que me estão a incentivar para concretizar algo que tenho vontade de fazer». Serão estes fantasmas a guiá-la na sua vingança. E uma noite, em pleno transe, Lulu armada de uma espada encontra-se com o seu marido e as amantes dele... Cruzando de uma forma notável a realidade com o imaginário, o pulp com o fantástico, Romana Petri apresenta ao leitor uma fábula negra e grotesca, mas também emocionante e divertida, com um desfecho surpreendente, que a consagra como uma das mais interessantes e originais escritoras contemporâneas.

Tive de o matar

€7

Romana Petri
Cavalo de Ferro
Português PT
Estado : Como Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 2007
  • Idioma Original
  • Italiano
  • Tradutor
  • Sandra Escobar
  • Capa
  • Miss Sushie
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT002110
  • ISBN
  • 9789896230630
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 237
Descrição

Uma história de vingança, divertida e surpreendente, de uma das mais originais escritoras contemporâneas. Qual foi a mulher que, numa altura ou noutra, da sua vida, não desejou matar o marido? Lulu tem trinta e oito anos, é divorciada e vive num apartamento com o seu filho pequeno. É uma mulher com um profundo sentido de justiça, que tenta desesperadamente separar o bem do mal. Ensina numa penitenciária feminina e todas as manhãs ouve das suas alunas histórias de vingança e traição lavadas em sangue. De há um tempo a esta parte Lulu também começou a ter visões: Ricardo Coração-de-Leão, Carlos Magno e outros personagens históricos que lhe aparecem de noite e com quem fala. «Acho que me estão a incentivar para concretizar algo que tenho vontade de fazer». Serão estes fantasmas a guiá-la na sua vingança. E uma noite, em pleno transe, Lulu armada de uma espada encontra-se com o seu marido e as amantes dele... Cruzando de uma forma notável a realidade com o imaginário, o pulp com o fantástico, Romana Petri apresenta ao leitor uma fábula negra e grotesca, mas também emocionante e divertida, com um desfecho surpreendente, que a consagra como uma das mais interessantes e originais escritoras contemporâneas.