• 967 224 138
  • Contactos

A Leituria - livros e artes desde 2015

A Leituria nasceu em 2015, fruto do entusiasmo de dois livreiros e uma designer. Começou por ser uma livraria generalista, com predominância de novas edições de todos os quadrantes do mercado, mas a partir de 2019, fruto das dificuldades do sector mas também da paixão pelos livros usados, tem-se focado sobretudo neste segmento, com ênfase na literatura, história e demais ciências sociais, artes e filosofia. Apresentamos também trabalhos de alguns artistas que nos são particularmente gratos.

A nossa base é no espaço Misturado (Rua José Estêvão 45 A; caso deseje visitá-la, por favor contacte-nos), com um prolongamento robusto a dois passos, no café Espuma dos Dias, no nº 2A da mesma rua. Agora, em 2020, inauguramos a loja virtual.

Sejam bem-vindos!

Onde estamos

Os nossos livros estão presentes na Rua José Estêvão, bairro da Estefânia, Arroios, Lisboa:


No espaço Misturado, nº 45 A

No café Espuma dos Dias, nº 2 A

A Leituria na TimeOut

Na TimeOut, aquando da mudança da Rua da Estefânia para o espaço Misturado, no início de 2019.

...a nova Leituria serve-se de uma das entradas do Misturado – a outra estará aberta em breve e será uma cafetaria – para dispor as altas estantes recheadas de livros, que até do tecto pendem, ainda que seja como decoração. (...) o mesmo conceito de livraria de bairro que já tinha na Rua Dona Estefânia, com uma selecção vasta de autores “pouco comerciais” ... LEIA O ARTIGO AQUI

No Observador

...as livrarias são mesmo uma espécie ameaçada, e até incómoda. Tanto no pré-25 de Abril, altura “em que muitos livreiros desempenharam um papel de facultadores e intermediários na transmissão de ideias e conhecimento, sempre com grandes riscos”, como nos dias de hoje, que continuam a proporcionar perigos e ameaças de outro género... LEIA O ARTIGO AQUI

Na NiT

Leituria, livraria da Estefânia, em Lisboa, tem uma nova casa. O espaço fechou na Rua Dona Estefânia em dezembro e reabriu este domingo, 10 de março, num local de cowork ali bem perto, o Misturado, que fica na paralela Rua José Estêvão. (...) O Misturado já era alugado para receber iniciativas culturais, como aulas de dança e música. Vítor Rodrigues adianta que a programação irá ser bastante alterada. Certo é que se vai manter a tradição do clube de leitura mensal na Leituria. Artigo completo aqui.


Num artigo sobre Arroios, na NTR

Longe da confusão do centro histórico de Lisboa, mas ainda assim suficientemente próximo do coração da cidade, o bairro assume-se cada vez mais como um pólo de atracção para todos os que gostam de livros. Numa zona em acelerada mudança, a poucas centenas de metros uns dos outros, e com horários distintos, concentram-se agora livrarias e “cafés literários”. Embora diferentes entre si, as lojas convidam a que por ali se faça um roteiro tendo a leitura em papel como azimute. Leia o artigo aqui.