• 967 224 138
  • Contactos

António Palolo 1963-1995

LT011149
1995
AA.VV.

Editora Fundação Calouste Gulbenkian
Idioma Português PT
Estado : Usado 4/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€50
Mais detalhes
  • Ano
  • 1995
  • Código
  • LT011149
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 24,00 x 28,00 x
  • Nº Páginas
  • 203

Descrição

No início de 1995, o Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão (CAMJAP) começa a diligenciar aquela que seria a primeira exposição retrospetiva da obra de António Palolo (1946-2000). Seriam contactadas dezenas de entidades emprestadoras, particulares e institucionais, permitindo expor um total de 120 peças das 134 catalogadas (Comunicado de imprensa, 30 nov. 1995, Arquivos Gulbenkian).

A mostra inaugurou a 28 de novembro de 1995, ficando patente até 28 de janeiro do ano seguinte. Começava no Hall do CAMJAP, com uma nova série de cinco pinturas S/título, já de 1995. Daí expandia-se para as galerias dos pisos 1 e 01, apresentando-se nesta última uma instalação do artista (provavelmente a peça Mente, de 1980), vertente da sua obra raramente exposta (Nota interna, 23 nov. 1995, Arquivos Gulbenkian, CAM 00349).

António Palolo 1963-1995

€50

LT011149
1995
AA.VV.
Editora Fundação Calouste Gulbenkian
Idioma Português PT
Estado : Usado 4/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1995
  • Código
  • LT011149
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 24,00 x 28,00 x
  • Nº Páginas
  • 203
Descrição

No início de 1995, o Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão (CAMJAP) começa a diligenciar aquela que seria a primeira exposição retrospetiva da obra de António Palolo (1946-2000). Seriam contactadas dezenas de entidades emprestadoras, particulares e institucionais, permitindo expor um total de 120 peças das 134 catalogadas (Comunicado de imprensa, 30 nov. 1995, Arquivos Gulbenkian).

A mostra inaugurou a 28 de novembro de 1995, ficando patente até 28 de janeiro do ano seguinte. Começava no Hall do CAMJAP, com uma nova série de cinco pinturas S/título, já de 1995. Daí expandia-se para as galerias dos pisos 1 e 01, apresentando-se nesta última uma instalação do artista (provavelmente a peça Mente, de 1980), vertente da sua obra raramente exposta (Nota interna, 23 nov. 1995, Arquivos Gulbenkian, CAM 00349).