• 967 224 138
  • Contactos

Meninas – Lewis Carroll

LT008830
1994
Lewis Carroll

Editora Assírio e Alvim
Idioma Português PT
Estado : Como Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€20
Mais detalhes
  • Ano
  • 1994
  • Colecção
  • Livros de Fotografia 7
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Mário Avelar
  • Código
  • LT008830
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 138

Descrição

Era o terceiro de onze irmãos, filhos do pastor Dogson. Matemático, escritor, fotógrafo, desenhador e também um grande sedutor, Lewis Carroll ficou principalmente conhecido pelo livro Alice no País das Maravilhas. Mas Alice era uma menina real, Alice Liddell, como Irene Macdonald, Xie Kietchin, Mary Millais e dezenas de outras que o reverendo de Oxford conheceu e cativou. Escrevia-lhes, inventava-lhes jogos, acrósticos e histórias. Fotografou-as. É um curiosíssimo caso da época vitoriana. E quem eram estas meninas? Eram filhas de outros reverendos, de generais, de pintores pré-rafaelitas, de escritores. Umas conheceu-as no comboio, outras no jardim ou na casa dos amigos. No livro agora publicado, Meninas, retrata-se esta relação singular. A introdução é de Miguel Esteves Cardoso, a excelente tradução das cartas deve-se a Mário Avelar.

Lewis Carroll (1832-1898), pseudónimo de Charles Lutwidge Dodgson, distinguiu-se como escritor, matemático e fotógrafo. Autor de contos e poemas como Jabberwocky, obteve a consagração com Alice no País das Maravilhas e Alice do Outro Lado do Espelho.

Meninas – Lewis Carroll

€20

LT008830
1994
Lewis Carroll
Editora Assírio e Alvim
Idioma Português PT
Estado : Como Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1994
  • Colecção
  • Livros de Fotografia 7
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Mário Avelar
  • Código
  • LT008830
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 138
Descrição

Era o terceiro de onze irmãos, filhos do pastor Dogson. Matemático, escritor, fotógrafo, desenhador e também um grande sedutor, Lewis Carroll ficou principalmente conhecido pelo livro Alice no País das Maravilhas. Mas Alice era uma menina real, Alice Liddell, como Irene Macdonald, Xie Kietchin, Mary Millais e dezenas de outras que o reverendo de Oxford conheceu e cativou. Escrevia-lhes, inventava-lhes jogos, acrósticos e histórias. Fotografou-as. É um curiosíssimo caso da época vitoriana. E quem eram estas meninas? Eram filhas de outros reverendos, de generais, de pintores pré-rafaelitas, de escritores. Umas conheceu-as no comboio, outras no jardim ou na casa dos amigos. No livro agora publicado, Meninas, retrata-se esta relação singular. A introdução é de Miguel Esteves Cardoso, a excelente tradução das cartas deve-se a Mário Avelar.

Lewis Carroll (1832-1898), pseudónimo de Charles Lutwidge Dodgson, distinguiu-se como escritor, matemático e fotógrafo. Autor de contos e poemas como Jabberwocky, obteve a consagração com Alice no País das Maravilhas e Alice do Outro Lado do Espelho.