• 967 224 138
  • Contactos

Pontes para o infinito xxx

Michael Guillen
Gradiva
Português PT

Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Por encomenda

€7
Mais detalhes
  • Ano
  • 1987
  • Colecção
  • Ciência Aberta
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Jorge da Silva Branco
  • Capa
  • Armando Lopes
  • Código
  • LT002983
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 13,00 x 21,00 x
  • Nº Páginas
  • 200

Descrição

Vivemos num país em que o sistema educativo, em vez de revelar vocações e desenvolver capacidades, quase sempre desmotiva a curiosidade, castiga o espírito crítico, não é capaz de reforçar a natural alegria de descobrir e aprender. Quem sempre detestou a matemática, isto é, sempre teve uma ideia errada sobre o que a matemática podia ser, não poderá deixar de encantar-se com este conjunto de ensaios onde, numa linguagem admiravelmente coloquial, se transmitem informações centrais sobre teorias complexas. Abrangendo um leque que inclui, entre outros, temas como as simetrias cósmicas, a antimatéria, a geometria plana e os números racionais, Michael Guillen ultrapassa a fronteira dos quadros cheios de equações para conduzir o leitor a uma dimensão desconhecida do pensamento matemático. Nessa dimensão, onde os modos de pensar o espaço, o tempo e a realidade alterarão, decerto, a nossa compreensão do quotidiano, o matemático é um «artista da imaginação», cujos triunfos e contrariedades se revelam em cada um destes ensaios. Pontes para o Infinito é uma obra cheia de imaginação e rigor, escrita por um especialista que é capaz de tornar absorvente e mesmo poético aquilo que, antes, poderia parecer impenetrável e prosaico.

Pontes para o infinito xxx

€7

Michael Guillen
Gradiva
Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Por encomenda

Mais detalhes
  • Ano
  • 1987
  • Colecção
  • Ciência Aberta
  • Idioma Original
  • Inglês
  • Tradutor
  • Jorge da Silva Branco
  • Capa
  • Armando Lopes
  • Código
  • LT002983
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 13,00 x 21,00 x
  • Nº Páginas
  • 200
Descrição

Vivemos num país em que o sistema educativo, em vez de revelar vocações e desenvolver capacidades, quase sempre desmotiva a curiosidade, castiga o espírito crítico, não é capaz de reforçar a natural alegria de descobrir e aprender. Quem sempre detestou a matemática, isto é, sempre teve uma ideia errada sobre o que a matemática podia ser, não poderá deixar de encantar-se com este conjunto de ensaios onde, numa linguagem admiravelmente coloquial, se transmitem informações centrais sobre teorias complexas. Abrangendo um leque que inclui, entre outros, temas como as simetrias cósmicas, a antimatéria, a geometria plana e os números racionais, Michael Guillen ultrapassa a fronteira dos quadros cheios de equações para conduzir o leitor a uma dimensão desconhecida do pensamento matemático. Nessa dimensão, onde os modos de pensar o espaço, o tempo e a realidade alterarão, decerto, a nossa compreensão do quotidiano, o matemático é um «artista da imaginação», cujos triunfos e contrariedades se revelam em cada um destes ensaios. Pontes para o Infinito é uma obra cheia de imaginação e rigor, escrita por um especialista que é capaz de tornar absorvente e mesmo poético aquilo que, antes, poderia parecer impenetrável e prosaico.