• 967 224 138
  • Contactos

Portugal de Eça de Queiroz

LT009714
1984
Beatriz Berrini

Editora INCM
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€30
Mais detalhes
  • Ano
  • 1984
  • Colecção
  • Temas Portugueses
  • Código
  • LT009714
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 15,00 x 24,00 x
  • Nº Páginas
  • 444

Descrição

«Vivendo a maior parte do tempo de sua vida de adulto longe da pátria dedicou-se Eça de Queiroz, entretanto o recriar ficcionalmente em seus romances a sociedade portuguesa de seu tempo. Por isso, a ele poder-se-ia aplicar aquilo que o próprio escritor disse a propósito de Fradique Mendes: « o mais puro e íntimo do seu interesse deu-o sempre aos homens e ás coisas de Portugal . Como viu ele a nação ? Para muitos, quem sabe mesmo a maioria, foi Eça de Queiroz um crítico feroz da sociedade contemporânea apenas nos primeiros romances,mostrando-se tolerante e conformado mais para o fim da vida. Todavia, tal juízo não me parece corresponder à realidade exposta em seus livros e foi isto que procurei mostrar neste estudo: um Eça revolucionário até às últimas criações.»

Portugal de Eça de Queiroz

€30

LT009714
1984
Beatriz Berrini
Editora INCM
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1984
  • Colecção
  • Temas Portugueses
  • Código
  • LT009714
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 15,00 x 24,00 x
  • Nº Páginas
  • 444
Descrição

«Vivendo a maior parte do tempo de sua vida de adulto longe da pátria dedicou-se Eça de Queiroz, entretanto o recriar ficcionalmente em seus romances a sociedade portuguesa de seu tempo. Por isso, a ele poder-se-ia aplicar aquilo que o próprio escritor disse a propósito de Fradique Mendes: « o mais puro e íntimo do seu interesse deu-o sempre aos homens e ás coisas de Portugal . Como viu ele a nação ? Para muitos, quem sabe mesmo a maioria, foi Eça de Queiroz um crítico feroz da sociedade contemporânea apenas nos primeiros romances,mostrando-se tolerante e conformado mais para o fim da vida. Todavia, tal juízo não me parece corresponder à realidade exposta em seus livros e foi isto que procurei mostrar neste estudo: um Eça revolucionário até às últimas criações.»