• 967 224 138
  • Contactos

As palavras e as coisas

LT009961
1998
Michel Foucault

Editora Edições 70
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€16
Mais detalhes
  • Ano
  • 1998
  • Colecção
  • Signos
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • António Ramos Rosa
  • Código
  • LT009961
  • ISBN
  • 9789724405315
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 16,00 x 23,00
  • Nº Páginas
  • 422

Descrição

As ciências humanas são mais do que um saber: são uma prática, são instituições. Ao analisar a génese e a filosofia das ciências, Michel Foucault mostra como é recente o aparecimento do «homem» na história do saber. Estuda a mudança interior da nossa cultura, do século XVIII ao século XIX, através da gramática geral, que se tornou filologia, da análise de riquezas, que se tornou economia política, e da história natural, que se tornou biologia. Nós acompanhamo-lo num subsolo onde ele, como arqueólogo do pensamento, nos mostra aquilo que faz que as ciências humanas, hoje, se tornem cada vez mais imprescindíveis.

As palavras e as coisas

€16

LT009961
1998
Michel Foucault
Editora Edições 70
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1998
  • Colecção
  • Signos
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • António Ramos Rosa
  • Código
  • LT009961
  • ISBN
  • 9789724405315
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 16,00 x 23,00
  • Nº Páginas
  • 422
Descrição

As ciências humanas são mais do que um saber: são uma prática, são instituições. Ao analisar a génese e a filosofia das ciências, Michel Foucault mostra como é recente o aparecimento do «homem» na história do saber. Estuda a mudança interior da nossa cultura, do século XVIII ao século XIX, através da gramática geral, que se tornou filologia, da análise de riquezas, que se tornou economia política, e da história natural, que se tornou biologia. Nós acompanhamo-lo num subsolo onde ele, como arqueólogo do pensamento, nos mostra aquilo que faz que as ciências humanas, hoje, se tornem cada vez mais imprescindíveis.