• 967 224 138
  • Contactos

A Mulher no Mundo – 2 volumes

LT009650
1952
Maria Lamas

Editora Livraria Editora da Casa do Estudante do Brasil
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Capa dura
Disponib. - Em stock

€150
Mais detalhes
  • Ano
  • 1952
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT009650
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 623 + 646

Descrição

Primeira Edição, 1952

«Maria da Conceição Vassalo e Silva, nasceu no dia 6 de outubro, na cidade de Torres Novas. Cresceu numa família de tradições religiosas e orientações políticas republicanas. Nasceu durante o regime monárquico português, acompanhou a instauração da República, da Ditadura, a implementação do Estado Novo e participou na Revolução de 25 de abril de 1974 e pós-Revolução. Foi casada duas vezes, na segunda adquiriu o nome de Maria Lamas, teve três filhas, netos e bisnetos. Teve uma vida profissional intensa e frutífera e uma vida política de luta e resistência, principalmente, em defesa da mulher, da criança, da paz e da democracia. Faleceu a 6 de dezembro de 1983, com 90 anos de idade.» in Maria Lamas e As Mulheres do Seu País: Construção de narrativas através de olhar de mulher, jornalista e intelectual, por Maíra Fernanda dos Santos Saragiotto


LT009650
1952
Maria Lamas
Editora Livraria Editora da Casa do Estudante do Brasil
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Capa dura
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1952
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT009650
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 623 + 646
Descrição

Primeira Edição, 1952

«Maria da Conceição Vassalo e Silva, nasceu no dia 6 de outubro, na cidade de Torres Novas. Cresceu numa família de tradições religiosas e orientações políticas republicanas. Nasceu durante o regime monárquico português, acompanhou a instauração da República, da Ditadura, a implementação do Estado Novo e participou na Revolução de 25 de abril de 1974 e pós-Revolução. Foi casada duas vezes, na segunda adquiriu o nome de Maria Lamas, teve três filhas, netos e bisnetos. Teve uma vida profissional intensa e frutífera e uma vida política de luta e resistência, principalmente, em defesa da mulher, da criança, da paz e da democracia. Faleceu a 6 de dezembro de 1983, com 90 anos de idade.» in Maria Lamas e As Mulheres do Seu País: Construção de narrativas através de olhar de mulher, jornalista e intelectual, por Maíra Fernanda dos Santos Saragiotto