• 967 224 138
  • Contactos
Norton de Matos e as eleições presidenciais de 1949 60 anos depois

Norton de Matos e as eleições presidenciais de 1949 60 anos depois

AA.VV.
Disponib. - Por encomenda

€6
Mais detalhes
  • Ano
  • 2010
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT002057
  • ISBN
  • 9789727729838
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 126

Descrição

Coordenação de Heloísa Paulo e Helena Pinto Janeiro. Passados que são 60 anos sobre as eleições presidenciais de 13 de Fevereiro de 1949, trazemos a lume uma série de investigações, quase todas inéditas, permitindo juntar neste livro os avanços historiogáficos mais recentes sobre a candidatura oposicionista. Como factores de análise temos a mobilização dos diversos sectores oposicionistas, como o Partido Comunista, a reacção da oposição exilada, a ampla participação feminina e a mobilização local em torno da candidatura, temas aos quais se junta, em forma de entrevista, o testemunho de um destacado apoiante do general. Último grande fôlego da oposição na década de 40, as eleições presidenciais de 1949 marcam ainda, simbolicamente, o fim da primeira grande crise do regime, abalado pelos ventos democráticos trazidos pela 2.ª guerra mundial.

Norton de Matos e as eleições presidenciais de 1949 60 anos depois

Norton de Matos e as eleições presidenciais de 1949 60 anos depois €6

AA.VV.
Disponib. - Por encomenda

Mais detalhes
  • Ano
  • 2010
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT002057
  • ISBN
  • 9789727729838
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 126
Descrição

Coordenação de Heloísa Paulo e Helena Pinto Janeiro. Passados que são 60 anos sobre as eleições presidenciais de 13 de Fevereiro de 1949, trazemos a lume uma série de investigações, quase todas inéditas, permitindo juntar neste livro os avanços historiogáficos mais recentes sobre a candidatura oposicionista. Como factores de análise temos a mobilização dos diversos sectores oposicionistas, como o Partido Comunista, a reacção da oposição exilada, a ampla participação feminina e a mobilização local em torno da candidatura, temas aos quais se junta, em forma de entrevista, o testemunho de um destacado apoiante do general. Último grande fôlego da oposição na década de 40, as eleições presidenciais de 1949 marcam ainda, simbolicamente, o fim da primeira grande crise do regime, abalado pelos ventos democráticos trazidos pela 2.ª guerra mundial.