• 967 224 138
  • Contactos
Reforma ou revolução?

Reforma ou revolução?

Rosa Luxemburg
Disponib. - Por encomenda

€4
Mais detalhes
  • Ano
  • 1974
  • Idioma Original
  • Alemão
  • Tradutor
  • Manuel Augusto Araújo
  • Edição
  • 3
  • Código
  • LT002038
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 131

Descrição

À primeira vista, o título deste livro pode parecer surpreendente. Reforma social ou revolução? Pode, portanto, a social-democracla opor-se às reformas sociais? Ou pode impor a revolução social, a subversão da ordem estabelecida, que é o seu objectivo social último? Evidentemente que não. Para a social-democracia lutar dia a dia, no interior do próprio sistema existente, pelas reformas, pela melhoria da situação dos trabalhadores, pelas Instituições democráticas, é o único processo de iniciar a luta da classe proletária e de se orientar para o seu objectivo final, quer dizer: trabalhar para conquistar o poder político e abolir o sistema salarial. Entre a reforma social e a revolução, a social-democracia vê um elo indissolúvel: a luta pela reforma social é o meio, a revolução social o fim.

Reforma ou revolução?

Reforma ou revolução? €4

Rosa Luxemburg
Disponib. - Por encomenda

Mais detalhes
  • Ano
  • 1974
  • Idioma Original
  • Alemão
  • Tradutor
  • Manuel Augusto Araújo
  • Edição
  • 3
  • Código
  • LT002038
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 131
Descrição

À primeira vista, o título deste livro pode parecer surpreendente. Reforma social ou revolução? Pode, portanto, a social-democracla opor-se às reformas sociais? Ou pode impor a revolução social, a subversão da ordem estabelecida, que é o seu objectivo social último? Evidentemente que não. Para a social-democracia lutar dia a dia, no interior do próprio sistema existente, pelas reformas, pela melhoria da situação dos trabalhadores, pelas Instituições democráticas, é o único processo de iniciar a luta da classe proletária e de se orientar para o seu objectivo final, quer dizer: trabalhar para conquistar o poder político e abolir o sistema salarial. Entre a reforma social e a revolução, a social-democracia vê um elo indissolúvel: a luta pela reforma social é o meio, a revolução social o fim.