• 967 224 138
  • Contactos

A vida do elefante Basílio

LT005009

Erico Veríssimo

Autores Eva Furnari
Editora Ambar
Idioma Português PT
Estado : Como Novo
Encadernação : Capa dura
Disponib. - Em stock

€10
Mais detalhes
  • Código
  • LT005009

Descrição

Com imagens criadas pela ilustradora brasileira Eva Furnari e um texto do jornalista e escritor brasileiro Luís Fernando Veríssimo sobre o autor, seu pai. Erico Veríssimo nasceu a 17 de Dezembro de 1905 na cidade de Cruz Alta, no Estado do Rio Grande do Sul, começou a trabalhar cedo devido a problemas económicos familiares e só no final da década de 20 avançou para a publicação de contos em jornais. O ano de 1932 marcou a estreia literária do escritor brasileiro com uma colectânea de contos infantis, a que se seguiria, um ano depois, o romance "Clarissa", muito aplaudido pela crítica e que inaugurava uma importante carreira literária. Com livros adaptados para teatro, cinema e televisão - caso de "Olhai os Lírios do Campo", que deu origem a uma telenovela - Erico Veríssimo, detentor do Prémio Machado de Assis, é o romancista brasileiro mais publicado no estrangeiro logo depois de Jorge Amado.

A vida do elefante Basílio

€10

LT005009

Erico Veríssimo
Autores Eva Furnari
Editora Ambar
Idioma Português PT
Estado : Como Novo
Encadernação : Capa dura
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Código
  • LT005009
Descrição

Com imagens criadas pela ilustradora brasileira Eva Furnari e um texto do jornalista e escritor brasileiro Luís Fernando Veríssimo sobre o autor, seu pai. Erico Veríssimo nasceu a 17 de Dezembro de 1905 na cidade de Cruz Alta, no Estado do Rio Grande do Sul, começou a trabalhar cedo devido a problemas económicos familiares e só no final da década de 20 avançou para a publicação de contos em jornais. O ano de 1932 marcou a estreia literária do escritor brasileiro com uma colectânea de contos infantis, a que se seguiria, um ano depois, o romance "Clarissa", muito aplaudido pela crítica e que inaugurava uma importante carreira literária. Com livros adaptados para teatro, cinema e televisão - caso de "Olhai os Lírios do Campo", que deu origem a uma telenovela - Erico Veríssimo, detentor do Prémio Machado de Assis, é o romancista brasileiro mais publicado no estrangeiro logo depois de Jorge Amado.