• 967 224 138
  • Contactos
a semana santa

A semana santa

Louis Aragon
Disponib. - Em stock

€9
Mais detalhes
  • Ano
  • 1960
  • Colecção
  • Ontem e Sempre
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • José Ribeiro dos Santos
  • Capa
  • José Soares
  • Código
  • LT002385
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 538

Descrição

A Semana Santa que aqui se descreve é a que decorre entre 19 e 26 de Março de 1815. Louis Aragon, um dos fundadores do movimento surrealista, ficou conhecido sobretudo pela sua produção poética. Mas escreveu também uma série de romances, entre os quais avulta este romance histórico surpreendente. O tempo retratado é o das convulsões do final da aventura napoleónica, concentrado numa única semana: aquela em que o recém-restaurado rei Luís XVIII se vê obrigado a abandonar a sua capital face ao desembarque de Napoleão, que escapou do exílio da ilha de Elba e avança pela França para retomar o poder. Num mundo que se desmorona e se reconstrói, onde tudo oscila, o jovem pintor Géricault, oficial da guarda do rei em fuga, observa e medita sobre a condição humana e social.

A semana santa

a semana santa €9

Louis Aragon
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1960
  • Colecção
  • Ontem e Sempre
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • José Ribeiro dos Santos
  • Capa
  • José Soares
  • Código
  • LT002385
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 538
Descrição
A Semana Santa que aqui se descreve é a que decorre entre 19 e 26 de Março de 1815. Louis Aragon, um dos fundadores do movimento surrealista, ficou conhecido sobretudo pela sua produção poética. Mas escreveu também uma série de romances, entre os quais avulta este romance histórico surpreendente. O tempo retratado é o das convulsões do final da aventura napoleónica, concentrado numa única semana: aquela em que o recém-restaurado rei Luís XVIII se vê obrigado a abandonar a sua capital face ao desembarque de Napoleão, que escapou do exílio da ilha de Elba e avança pela França para retomar o poder. Num mundo que se desmorona e se reconstrói, onde tudo oscila, o jovem pintor Géricault, oficial da guarda do rei em fuga, observa e medita sobre a condição humana e social.