• 967 224 138
  • Contactos
esta noite sonhei com brueghel

Esta noite sonhei com Brueghel

LT003467
1987
Fernanda Botelho

Disponib. - Em stock

€10
Mais detalhes
  • Ano
  • 1987
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT003467
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 204

Descrição

Primeira Edição. «Brueghel representa, em suma, nesse encontro de Luíza consigo mesma através da escrita da autobiografia, um caminho tortuoso para ir ao encontro da História que, em episódios verdadeiros ou ficcionados, o pintor fixou, mas propicia também - e sobretudo - a reconciliação das memórias materna e paterna que instituem e fundam a protagonista. Tudo, as monstruosidades ou as cenas do quotidiano que minuciosamente o pintor pôs nas telas, evocando o silêncio doméstico da minha infância, confortante mas ressoando de inquietações, tudo compõe a tela deste livro de complexa estrutura. nos seus níveis entrecruzados, na brilhante ironia a que se contrapõe a desapiedada imagem de uma mulher em busca de si, Fernanda Botelho dá-nos em Esta noite sonhei com Brueghel um subtil e sofisticado retrato português. Luíza é Fernanda - a sua, a nossa desassombrada efígie.»

Esta noite sonhei com Brueghel

esta noite sonhei com brueghel €10

LT003467
1987
Fernanda Botelho
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1987
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT003467
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 204
Descrição
Primeira Edição. «Brueghel representa, em suma, nesse encontro de Luíza consigo mesma através da escrita da autobiografia, um caminho tortuoso para ir ao encontro da História que, em episódios verdadeiros ou ficcionados, o pintor fixou, mas propicia também - e sobretudo - a reconciliação das memórias materna e paterna que instituem e fundam a protagonista. Tudo, as monstruosidades ou as cenas do quotidiano que minuciosamente o pintor pôs nas telas, evocando o silêncio doméstico da minha infância, confortante mas ressoando de inquietações, tudo compõe a tela deste livro de complexa estrutura. nos seus níveis entrecruzados, na brilhante ironia a que se contrapõe a desapiedada imagem de uma mulher em busca de si, Fernanda Botelho dá-nos em Esta noite sonhei com Brueghel um subtil e sofisticado retrato português. Luíza é Fernanda - a sua, a nossa desassombrada efígie.»