• 967 224 138
  • Contactos
o gato e o rato

O gato e o rato

Gunter Grass
Disponib. - Em stock

€7
Mais detalhes
  • Ano
  • 1974?
  • Tradutor
  • Carmen Gonzalez
  • Código
  • LT002536
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 151

Descrição

Os grandes líderes empresariais têm, hoje em dia, muito em comum com o presidente Kennedy. Enfrentam decisões monumentais em tempos inesperados; as suas acções têm implicações muito além das suas próprias organizações, e são julgados incessantemente e impiedosamente pela opinião pública e pelos meios de comunicação social. Todos os profissionais deveriam estudar os traços característicos de liderança que fez Kennedy um dos mais respeitados, amados e influentes líderes mundiais da história moderna. Este livro analisa as acções determinadas de Kennedy, antes e durante a sua presidência, uma força única e dominadora que iria influenciar os futuros líderes. Uma obra-prima onde a relação angustiada de um adolescente com o liceu se revela como representação radicalmente crítica da sociedade nacional-socialista da II Guerra Mundial. No romance O Gato e o Rato, Grass revela-se como mestre da pequena forma, da música de câmara literária. É o segundo título da chamadas «trilogia de Danzig», iniciada com a obra O Tambor e ao qual se seguiu O Cão de Hitler. Com um olhar retrospectivo lançado ao ano de 1959, Pilenz conta-nos acerca do admirado e desprezado colega de turma Mahlke, na Danzig dos tempos da guerra, cuja maçã-de-adão maior do que o normal faz dele uma espécie de figuar à margem. Mahlke era seguido, amado, invejado pelos seus colegas do liceu pela sua estranha postura em relação a Deus, à Virgem Maria e pela chave de parafusos que traz ao pescoço. Mahlke trava um combate desesperado pela sua integração, pela colmatação da brecha existencial entre «Gato» e «Rato», e acabará por, na vitória, falhar. É uma obra que através do choque de um adolescente com o meio hostil do liceu representa uma crítica à sociedade nacional-socialista dos tempos da guerra.

O gato e o rato

o gato e o rato €7

Gunter Grass
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1974?
  • Tradutor
  • Carmen Gonzalez
  • Código
  • LT002536
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 151
Descrição
Os grandes líderes empresariais têm, hoje em dia, muito em comum com o presidente Kennedy. Enfrentam decisões monumentais em tempos inesperados; as suas acções têm implicações muito além das suas próprias organizações, e são julgados incessantemente e impiedosamente pela opinião pública e pelos meios de comunicação social. Todos os profissionais deveriam estudar os traços característicos de liderança que fez Kennedy um dos mais respeitados, amados e influentes líderes mundiais da história moderna. Este livro analisa as acções determinadas de Kennedy, antes e durante a sua presidência, uma força única e dominadora que iria influenciar os futuros líderes. Uma obra-prima onde a relação angustiada de um adolescente com o liceu se revela como representação radicalmente crítica da sociedade nacional-socialista da II Guerra Mundial. No romance O Gato e o Rato, Grass revela-se como mestre da pequena forma, da música de câmara literária. É o segundo título da chamadas «trilogia de Danzig», iniciada com a obra O Tambor e ao qual se seguiu O Cão de Hitler. Com um olhar retrospectivo lançado ao ano de 1959, Pilenz conta-nos acerca do admirado e desprezado colega de turma Mahlke, na Danzig dos tempos da guerra, cuja maçã-de-adão maior do que o normal faz dele uma espécie de figuar à margem. Mahlke era seguido, amado, invejado pelos seus colegas do liceu pela sua estranha postura em relação a Deus, à Virgem Maria e pela chave de parafusos que traz ao pescoço. Mahlke trava um combate desesperado pela sua integração, pela colmatação da brecha existencial entre «Gato» e «Rato», e acabará por, na vitória, falhar. É uma obra que através do choque de um adolescente com o meio hostil do liceu representa uma crítica à sociedade nacional-socialista dos tempos da guerra.