• 967 224 138
  • Contactos

A Antiga Rota do Chá e dos Cavalos

LT006544
2014
Jeff Fuchs

Editora Livros de Bordo
Idioma Português PT
Estado : Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€16
Mais detalhes
  • Ano
  • 2014
  • Código
  • LT006544
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 13,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 352

Descrição

Prefácio à Edição Portuguesa de Jeff Fuchs

A Antiga Rota do Chá e dos Cavalos apresenta uma viagem por uma das mais antigas rotas comerciais do mundo. O autor, Jeff Fuchs, parte do Sudoeste da China – província de Yunnan – em direcção a Lhasa, a capital do Tibete, atravessando um caminho percorrido durante séculos por caravanas comerciais que levavam produtos chineses, indianos e nepaleses para o Tibete. Essas caravanas eram guiadas por “lados”, o nome dado aos antigos muleteiros tibetanos. O chá, a mercadoria mais apreciada, viajava milhares de quilómetros na carga das mulas que seguiam desde a origem até ao destino final. Em troca, os chineses recebiam cavalos tibetanos, conhecidos pela sua força e robustez. Jeff Fuchs, acompanhado por cinco tibetanos, refaz esses trilhos e encontra os últimos muleteiros dos Himalaias nas mais remotas aldeias tibetanas.

Tradução Fábio Ventura

A Antiga Rota do Chá e dos Cavalos

€16

LT006544
2014
Jeff Fuchs
Editora Livros de Bordo
Idioma Português PT
Estado : Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 2014
  • Código
  • LT006544
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 13,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 352
Descrição

Prefácio à Edição Portuguesa de Jeff Fuchs

A Antiga Rota do Chá e dos Cavalos apresenta uma viagem por uma das mais antigas rotas comerciais do mundo. O autor, Jeff Fuchs, parte do Sudoeste da China – província de Yunnan – em direcção a Lhasa, a capital do Tibete, atravessando um caminho percorrido durante séculos por caravanas comerciais que levavam produtos chineses, indianos e nepaleses para o Tibete. Essas caravanas eram guiadas por “lados”, o nome dado aos antigos muleteiros tibetanos. O chá, a mercadoria mais apreciada, viajava milhares de quilómetros na carga das mulas que seguiam desde a origem até ao destino final. Em troca, os chineses recebiam cavalos tibetanos, conhecidos pela sua força e robustez. Jeff Fuchs, acompanhado por cinco tibetanos, refaz esses trilhos e encontra os últimos muleteiros dos Himalaias nas mais remotas aldeias tibetanas.

Tradução Fábio Ventura