• 967 224 138
  • Contactos

A origem do mundo

LT003626
1997
Jorge Edwards

Editora Difel
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€9
Mais detalhes
  • Ano
  • 1997
  • Idioma Original
  • Castelhano
  • Tradutor
  • Cristina Rodriguez, Artur Guerra
  • Capa
  • Fernando Felgueiras
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT003626
  • ISBN
  • 9789722903875
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 15,00 x 23,00 x
  • Nº Páginas
  • 142

Descrição

Felipe Diaz, um intelectual chileno na casa dos cinquenta, brilhante, culto, politicamente comprometido, mas também boémio, mulherengo e amante da bebida, aparece morto no seu apartamento de Paris. O seu corpo inerte é encontrado pelo doutor Patricio Illanes, um homem já de idade, disciplinado e feliz no seu casamento com Sílvia, muito mais nova do que ele, ambos amigos íntimos de Felipe. Deste episódio e de uma vaga suspeita que se vai apoderando do velho médico, nasce a comovedora história de um amor crepuscular e de um incontrolável processo de ciúmes que o levará a empreender uma complexa investigação policial. De surpresa em surpresa, o doutor Patricio avançará por um terreno imprevisto e escorregadio em que a razão, que sempre dominara os seus actos, parece diluir-se irremediavelmente, reservando-lhe um desfecho surpreendentemente inesperado, tanto para ele como para o leitor, arrastado, sem fôlego, pelo labirinto dos seus fantasmas.

Com A Origem do Mundo, Edwards confirma, sem dúvida, o lugar de destaque no seu já extenso, seguro e brilhante percurso literário.


LT003626
1997
Jorge Edwards
Editora Difel
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1997
  • Idioma Original
  • Castelhano
  • Tradutor
  • Cristina Rodriguez, Artur Guerra
  • Capa
  • Fernando Felgueiras
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT003626
  • ISBN
  • 9789722903875
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 15,00 x 23,00 x
  • Nº Páginas
  • 142
Descrição

Felipe Diaz, um intelectual chileno na casa dos cinquenta, brilhante, culto, politicamente comprometido, mas também boémio, mulherengo e amante da bebida, aparece morto no seu apartamento de Paris. O seu corpo inerte é encontrado pelo doutor Patricio Illanes, um homem já de idade, disciplinado e feliz no seu casamento com Sílvia, muito mais nova do que ele, ambos amigos íntimos de Felipe. Deste episódio e de uma vaga suspeita que se vai apoderando do velho médico, nasce a comovedora história de um amor crepuscular e de um incontrolável processo de ciúmes que o levará a empreender uma complexa investigação policial. De surpresa em surpresa, o doutor Patricio avançará por um terreno imprevisto e escorregadio em que a razão, que sempre dominara os seus actos, parece diluir-se irremediavelmente, reservando-lhe um desfecho surpreendentemente inesperado, tanto para ele como para o leitor, arrastado, sem fôlego, pelo labirinto dos seus fantasmas.

Com A Origem do Mundo, Edwards confirma, sem dúvida, o lugar de destaque no seu já extenso, seguro e brilhante percurso literário.