• 967 224 138
  • Contactos
aquista

Aquista

LT003332
1997
Hermann Hesse

Disponib. - Em stock

€8
Mais detalhes
  • Ano
  • 1997
  • Idioma Original
  • Alemão
  • Tradutor
  • Maria Adélia Silva Melo
  • Edição
  • 2
  • Código
  • LT003332
  • ISBN
  • 9789722903585
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 133

Descrição

O quotidiano das termas na visão elegante, curiosa e cheia de humor de Hermann Hesse. A sua chegada, as suas primeiras impressões, a sua observação dos outros doentes, a sua reacção perante aquele mundo novo onde vai partilhar os seus dias com pessoas tão diferentes – desde o hipocondríaco e pessimista que se manifesta com afabilidade e bom humor, a escolha do quarto, o encontro com o médico, os vizinhos que o importunam pelo simples facto de habitarem ao lado e de haver uma porta de ligação entre os dois quartos devidamente aferrolhada, mas que, obviamente, deixava passar os sons de um comportamento e convivência normais entre o casal – à evolução do seu estado de saúde: primeiro, uma certa satisfação por se encontrar melhor do que os outros, em seguida, a depressão crítica aliada ao agravamento dos seus males e, finalmente, a explosão de vida na afirmação da sua pessoa perante a realidade e a força da natureza. Obra perpassada de bom humor e de pendor filosófico, deleita-nos com a observação acutilante do ambiente que rodeia o próprio autor e que é também, simultaneamente, um retrato, em tom de tragicomédia, do multifacetado mundo que nos rodeia.

Aquista

aquista €8

LT003332
1997
Hermann Hesse
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1997
  • Idioma Original
  • Alemão
  • Tradutor
  • Maria Adélia Silva Melo
  • Edição
  • 2
  • Código
  • LT003332
  • ISBN
  • 9789722903585
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 133
Descrição
O quotidiano das termas na visão elegante, curiosa e cheia de humor de Hermann Hesse. A sua chegada, as suas primeiras impressões, a sua observação dos outros doentes, a sua reacção perante aquele mundo novo onde vai partilhar os seus dias com pessoas tão diferentes – desde o hipocondríaco e pessimista que se manifesta com afabilidade e bom humor, a escolha do quarto, o encontro com o médico, os vizinhos que o importunam pelo simples facto de habitarem ao lado e de haver uma porta de ligação entre os dois quartos devidamente aferrolhada, mas que, obviamente, deixava passar os sons de um comportamento e convivência normais entre o casal – à evolução do seu estado de saúde: primeiro, uma certa satisfação por se encontrar melhor do que os outros, em seguida, a depressão crítica aliada ao agravamento dos seus males e, finalmente, a explosão de vida na afirmação da sua pessoa perante a realidade e a força da natureza. Obra perpassada de bom humor e de pendor filosófico, deleita-nos com a observação acutilante do ambiente que rodeia o próprio autor e que é também, simultaneamente, um retrato, em tom de tragicomédia, do multifacetado mundo que nos rodeia.