• 967 224 138
  • Contactos
diario-secreto-1836-1837

Diário secreto (1836-1837)

Alexander Puchkin
Difel
Português PT

Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€9
Mais detalhes
  • Ano
  • 1998
  • Tradutor
  • Artur Guerra, Cristina Rodriguez
  • Código
  • LT001462
  • ISBN
  • 9789722904346
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 12,00 x 19,00
  • Nº Páginas
  • 172

Descrição

Tradução de Artur Guerra e Cristina Rodriguez


«O famoso escritor russo Alexandre Puchkine, ferido de morte num duelo com o cunhado e rival, deixou um jornal secreto cifrado, recentemente descoberto e enviado clandestinamente para fora da Rússia. Muita especulação e muito mistério têm rodeado este diário. Diz a lenda que o testamento de Puchkine estipulava que o diário não poderia ser publicado antes de decorridos cem anos sobre a sua morte. Mas há quem afirme que o diário nunca existiu. O diário existe mesmo e consiste em confissões explícitas sobre as relações íntimas de Puchkine com a mulher, as duas irmãs dela e outras mulheres, que acabaram por arrastá-lo para um fim trágico. Estes acontecimentos e revelações surpreendentes trazem à luz pormenores desconhecidos da vida de Puchkine - a vida de um Dom Juan russo do século XIX. Este Diário Secreto de Alexandre Puchkine é considerado a grande descoberta da literatura russa do século XIX.»                     in blog Tempo de Ler

Diário secreto (1836-1837)

diario-secreto-1836-1837 €9

Alexander Puchkin
Difel
Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1998
  • Tradutor
  • Artur Guerra, Cristina Rodriguez
  • Código
  • LT001462
  • ISBN
  • 9789722904346
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 12,00 x 19,00
  • Nº Páginas
  • 172
Descrição

Tradução de Artur Guerra e Cristina Rodriguez


«O famoso escritor russo Alexandre Puchkine, ferido de morte num duelo com o cunhado e rival, deixou um jornal secreto cifrado, recentemente descoberto e enviado clandestinamente para fora da Rússia. Muita especulação e muito mistério têm rodeado este diário. Diz a lenda que o testamento de Puchkine estipulava que o diário não poderia ser publicado antes de decorridos cem anos sobre a sua morte. Mas há quem afirme que o diário nunca existiu. O diário existe mesmo e consiste em confissões explícitas sobre as relações íntimas de Puchkine com a mulher, as duas irmãs dela e outras mulheres, que acabaram por arrastá-lo para um fim trágico. Estes acontecimentos e revelações surpreendentes trazem à luz pormenores desconhecidos da vida de Puchkine - a vida de um Dom Juan russo do século XIX. Este Diário Secreto de Alexandre Puchkine é considerado a grande descoberta da literatura russa do século XIX.»                     in blog Tempo de Ler