• 967 224 138
  • Contactos

Em frente da porta do lado de fora (WB)

Wolfgang Borchert
Portugália
Português PT

Estado : Usado 4/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€6
Mais detalhes
  • Ano
  • 1965
  • Colecção
  • Contemporânea
  • Idioma Original
  • Alemão
  • Tradutor
  • Francisco Lopes Cipriano
  • Capa
  • João da Câmara Leme
  • Código
  • LT002887
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 13,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 243

Descrição

Prefácio de Heinrich Böll.

Wolfgang Borchert morreu em 1947, com 26 anos - vítima de uma febre contraída durante a Segunda Guerra Mundial. Isso foi apenas um dia após a estreia de sua peça, The Man Outside, que causou um furor imediato em toda a sua Alemanha natal, com a sua visão jovem, revolucionária até, contra a guerra e os efeitos desumanizadores do estado policial. Num sentido muito real, Borchert era a vítima moral e física do Terceiro Reich e da máquina de guerra nazista. Como recruta da Wehrmacht, ele serviu duas vezes na frente russa, onde foi ferido e duas vezes preso por sua franqueza. A sua voz - tornada ainda mais comovente por ter sido interrompida em tão jovem idade - fala clara e poderosamente da carnificina da guerra.

Em frente da porta do lado de fora (WB)

€6

Wolfgang Borchert
Portugália
Português PT
Estado : Usado 4/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1965
  • Colecção
  • Contemporânea
  • Idioma Original
  • Alemão
  • Tradutor
  • Francisco Lopes Cipriano
  • Capa
  • João da Câmara Leme
  • Código
  • LT002887
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 13,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 243
Descrição

Prefácio de Heinrich Böll.

Wolfgang Borchert morreu em 1947, com 26 anos - vítima de uma febre contraída durante a Segunda Guerra Mundial. Isso foi apenas um dia após a estreia de sua peça, The Man Outside, que causou um furor imediato em toda a sua Alemanha natal, com a sua visão jovem, revolucionária até, contra a guerra e os efeitos desumanizadores do estado policial. Num sentido muito real, Borchert era a vítima moral e física do Terceiro Reich e da máquina de guerra nazista. Como recruta da Wehrmacht, ele serviu duas vezes na frente russa, onde foi ferido e duas vezes preso por sua franqueza. A sua voz - tornada ainda mais comovente por ter sido interrompida em tão jovem idade - fala clara e poderosamente da carnificina da guerra.