• 967 224 138
  • Contactos

Glamorama (1ª ed.)

LT009915
1999
Bret Easton Ellis

Editora Teorema
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€12
Mais detalhes
  • Ano
  • 1999
  • Tradutor
  • Maria Augusta Júdice
  • Código
  • LT009915
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 17,00 x 23,00 x
  • Nº Páginas
  • 522

Descrição

«Bret Eastan Ellis já conquistou uma importante e original presença na literatura contemporânea. Agora, depois de Menos que Zero e Psicopata Americano, oferece-nos um romance onde faz um terrível balanço do século americano. Este romance leva-nos até ao bairro de Manhattan, onde um jovem obcecado com a moda e com as celebridades, descobre o lado obscuro dessa sociedade e constata que a realidade não é como a imaginava. Este romance confunde as nossas expectativas vezes sem conta; Ellis passa do cómico ao surreal, do horrendo ao humano com uma espantosa facilidade, fazendo uma combinação entre ambição e maturidade artística. Glamorama é, ao mesmo tempo, uma observação hilariante e brutal do mundo mas compassiva no seu olhar.»

Glamorama (1ª ed.)

€12

LT009915
1999
Bret Easton Ellis
Editora Teorema
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1999
  • Tradutor
  • Maria Augusta Júdice
  • Código
  • LT009915
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 17,00 x 23,00 x
  • Nº Páginas
  • 522
Descrição

«Bret Eastan Ellis já conquistou uma importante e original presença na literatura contemporânea. Agora, depois de Menos que Zero e Psicopata Americano, oferece-nos um romance onde faz um terrível balanço do século americano. Este romance leva-nos até ao bairro de Manhattan, onde um jovem obcecado com a moda e com as celebridades, descobre o lado obscuro dessa sociedade e constata que a realidade não é como a imaginava. Este romance confunde as nossas expectativas vezes sem conta; Ellis passa do cómico ao surreal, do horrendo ao humano com uma espantosa facilidade, fazendo uma combinação entre ambição e maturidade artística. Glamorama é, ao mesmo tempo, uma observação hilariante e brutal do mundo mas compassiva no seu olhar.»