• 967 224 138
  • Contactos

Luuanda – estórias

LT009693
1976
José Luandino Vieira

Editora Edições 70
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€9
Mais detalhes
  • Ano
  • 1976
  • Capa
  • José Soares
  • Edição
  • 5
  • Código
  • LT009693
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 188

Descrição

"Luuanda" é um livro de contos do escritor angolano José Luandino Vieira publicado em 1963 pela editora Edições 70 em Lisboa. Este livro é constituído por três estórias: "Vovó Xíxi e seu neto Zeca Santos", "A estória do ladrão e do papagaio" e "A estória da galinha e do ovo".Luuanda é uma obra histórica, vista como um autêntico livro de ruptura com a norma portuguesa na literatura angolana. Pelo seu cariz inovador, mereceu o reconhecimento geral e foi galardoado com dois importantes prémios - 1º Prémio D. Maria José Abrantes Mota Veiga, atribuído em Luanda em 1964, e o 1º Prémio do Grande Prémio da Novelística, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Escritores, em Lisboa, em 1965. A publicação do livro causou uma grande polémica e represálias na época salazarista.

Luuanda – estórias

€9

LT009693
1976
José Luandino Vieira
Editora Edições 70
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1976
  • Capa
  • José Soares
  • Edição
  • 5
  • Código
  • LT009693
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 188
Descrição

"Luuanda" é um livro de contos do escritor angolano José Luandino Vieira publicado em 1963 pela editora Edições 70 em Lisboa. Este livro é constituído por três estórias: "Vovó Xíxi e seu neto Zeca Santos", "A estória do ladrão e do papagaio" e "A estória da galinha e do ovo".Luuanda é uma obra histórica, vista como um autêntico livro de ruptura com a norma portuguesa na literatura angolana. Pelo seu cariz inovador, mereceu o reconhecimento geral e foi galardoado com dois importantes prémios - 1º Prémio D. Maria José Abrantes Mota Veiga, atribuído em Luanda em 1964, e o 1º Prémio do Grande Prémio da Novelística, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Escritores, em Lisboa, em 1965. A publicação do livro causou uma grande polémica e represálias na época salazarista.