• 967 224 138
  • Contactos

O sangue dos outros xx

LT000034
1985
Simone de Beauvoir

Editora Dom Quixote
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Indisponível

€10
Mais detalhes
  • Ano
  • 1985
  • Colecção
  • Ficção Universal
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • Miguel Serras Pereira
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT000034
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 15,00 x 23,00
  • Nº Páginas
  • 243

Descrição

De manhã, após uma noite tão densa como a própria história, alguém descobre diante do cadáver ver de uma mulher que o preço da vida não é a paz nem a inocência, mas a coragem de assumir o risco e a angústia, de suportar o crime e o seu remorso. E, uma vez que lhe pedem uma decisão, tomá-la-á por fim, aceitando que sobre si recaia o peso do sangue dos outros. Muitos, ainda, irão morrer. Alguns tendo tido o privilégio de escolher a morte que os prostrará. Outros, arrastados por acontecimentos que não desejaram nem talvez compreendem, reféns de uma fatalidade impenetrável como o rosto de um homem.

O sangue dos outros xx

€10

LT000034
1985
Simone de Beauvoir
Editora Dom Quixote
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Indisponível

Mais detalhes
  • Ano
  • 1985
  • Colecção
  • Ficção Universal
  • Idioma Original
  • Francês
  • Tradutor
  • Miguel Serras Pereira
  • Edição
  • 1
  • Código
  • LT000034
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 15,00 x 23,00
  • Nº Páginas
  • 243
Descrição

De manhã, após uma noite tão densa como a própria história, alguém descobre diante do cadáver ver de uma mulher que o preço da vida não é a paz nem a inocência, mas a coragem de assumir o risco e a angústia, de suportar o crime e o seu remorso. E, uma vez que lhe pedem uma decisão, tomá-la-á por fim, aceitando que sobre si recaia o peso do sangue dos outros. Muitos, ainda, irão morrer. Alguns tendo tido o privilégio de escolher a morte que os prostrará. Outros, arrastados por acontecimentos que não desejaram nem talvez compreendem, reféns de uma fatalidade impenetrável como o rosto de um homem.