• 967 224 138
  • Contactos

Olho de gato

LT007977
1990
Margaret Atwood

Editora Europa-América
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€12
Mais detalhes
  • Ano
  • 1990
  • Tradutor
  • Ana Heizkessel
  • Código
  • LT007977
  • Detalhes físicos
  • Nº Páginas
  • 372

Descrição

Em Olho de Gato, Margaret Atwood explora as raízes ambíguas das relações femininas, com os seu segredos de infância, crueldades e terrores. Elaine Risley deixa Toronto e as recordações obsessivas e tirânicas que lhe estão associadas. Regressando para uma retrospectiva da sua pintura, muito bem acolhida pelos movimentos feministas, Elaine confronta-se com os vestígios do passado, que incluem uma família nada convencional, um irmão excêntrico e brilhante e os homens que amou de formas diversas e catastróficas. As ruas de Toronto tornam-se um labirinto onde Elaine acaba por compreender a enigmática Cordélia que tanto a atormentara. Num desfecho surpreendente, passado e presente fundem-se, e o conflito entre o desejo de vingança e a procura do perdão é resolvido de forma comovedora.

Olho de gato

€12

LT007977
1990
Margaret Atwood
Editora Europa-América
Idioma Português PT
Estado : Usado 5/5
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 1990
  • Tradutor
  • Ana Heizkessel
  • Código
  • LT007977
  • Detalhes físicos

  • Nº Páginas
  • 372
Descrição

Em Olho de Gato, Margaret Atwood explora as raízes ambíguas das relações femininas, com os seu segredos de infância, crueldades e terrores. Elaine Risley deixa Toronto e as recordações obsessivas e tirânicas que lhe estão associadas. Regressando para uma retrospectiva da sua pintura, muito bem acolhida pelos movimentos feministas, Elaine confronta-se com os vestígios do passado, que incluem uma família nada convencional, um irmão excêntrico e brilhante e os homens que amou de formas diversas e catastróficas. As ruas de Toronto tornam-se um labirinto onde Elaine acaba por compreender a enigmática Cordélia que tanto a atormentara. Num desfecho surpreendente, passado e presente fundem-se, e o conflito entre o desejo de vingança e a procura do perdão é resolvido de forma comovedora.