• 967 224 138
  • Contactos

Terror e miséria do Terceiro Reich

LT008997
2006
Bertolt Brecht

Editora Biblioteca Editores Independentes
Idioma Português PT
Estado : Como Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

€7
Mais detalhes
  • Ano
  • 2006
  • Colecção
  • BI 41
  • Tradutor
  • António Conde
  • Código
  • LT008997
  • Detalhes físicos
  • Dimensões
  • 12,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 120

Descrição

«Na recensão da estreia de Terror e miséria do Terceiro Reich, que constitui o primeiro ensaio publicado sobre esta peça, Walter Benjamin define Brecht como "um especialista do começar-doprincípio". Relembrando como este traço já se tinha manifestado no percurso entre 1920 e 1930, na criação do teatro épico e nas experiências feitas com diversas formas e para diversos públicos, no teatro e na ópera, para o público proletário e para a vanguarda burguesa, Benjamin reconhece mais uma vez esse traço, que caracteriza o dialéctico, no modo como Brecht perspectiva o teatro e a sua actuação como escritor no exílio.» Vera San Payo de Lemos

Terror e miséria do Terceiro Reich

€7

LT008997
2006
Bertolt Brecht
Editora Biblioteca Editores Independentes
Idioma Português PT
Estado : Como Novo
Encadernação : Brochado
Disponib. - Em stock

Mais detalhes
  • Ano
  • 2006
  • Colecção
  • BI 41
  • Tradutor
  • António Conde
  • Código
  • LT008997
  • Detalhes físicos

  • Dimensões
  • 12,00 x 19,00 x
  • Nº Páginas
  • 120
Descrição

«Na recensão da estreia de Terror e miséria do Terceiro Reich, que constitui o primeiro ensaio publicado sobre esta peça, Walter Benjamin define Brecht como "um especialista do começar-doprincípio". Relembrando como este traço já se tinha manifestado no percurso entre 1920 e 1930, na criação do teatro épico e nas experiências feitas com diversas formas e para diversos públicos, no teatro e na ópera, para o público proletário e para a vanguarda burguesa, Benjamin reconhece mais uma vez esse traço, que caracteriza o dialéctico, no modo como Brecht perspectiva o teatro e a sua actuação como escritor no exílio.» Vera San Payo de Lemos